Seleção Sub-19 em grande no Olympic Hopes em Praga



A pentatleta Margarida Cardoso (AONDA Azeitão) concluiu ontem dia 20/Out em Praga (CZE) a sua participação na prova individual Sub-19 dos "Olympic Hopes", ao classificar-se no 31º lugar da geral num evento pontuável para o ranking mundial de qualificação para os Jogos Olímpicos da Juventude 2018 em Buenos Aires (ARG). A prova esteve bastante forte com 44 atletas de 16 países (europeus e de outros continentes) em busca do melhor resultado possível e respectivos pontos de ranking mundial. A atleta portuguesa, ainda a contas com uma entorse no tornozelo, deu o seu melhor e o 31º lugar acaba por ser bastante razoável. Contudo esta é a primeira prova pontuável e em 2018 haverá mais oportunidades para somar pontos preciosos e subir a forma, por isso o trabalho continua. A prova foi ganha pela egípcia Salma Abdelmaksoud com 1061 pontos de pentatlo, seguida da compatriota Mariam Amer com 1033 e da checa Katerina Krejci com 1019 pontos.

Também ontem se disputou em paralelo uma prova de Sub-17 onde o português Tiago Gonçalves (ADBA Leiria) também esteve em acção, passando a linha de meta num excelente 9º lugar final. Estiveram em prova 26 atletas em representação de 7 países e o português acabou por fazer uma competição de nível elevado com prestações sólidas na Natação e no Laser Run, abrindo boas perspectivas para os grandes eventos do escalão em 2018. A prova foi ganha pelo checo Matej Pajtl com 921 pontos de pentatlo, seguido do húngaro Mihály Koleszár com 914 e do ucraniano Yuriy Kovalchuk com 913 pontos.

Já hoje a 21/Out foi a vez dos atletas masculinos mostrarem o seu grande valor, com Vasco Coelho (AONDA Azeitão) a ser o português melhor classificado na prova Sub-19, ao terminar num excelente 15º lugar da geral com 1108 pontos de pentatlo. Não muito atrás e também com uma prova de muito bom nível ficou Hugo Morais (ECCPM Caldas da Rainha) ao terminar em 18º lugar com 1102 pontos. Já Eduardo Oliveira (ADBA Leiria) concluiu a sua participação mais abaixo no 41º posto da tabela final com 1042 pontos. O evento teve elevado nível de participação e dificuldade, contando com 53 atletas em representação de 21 países (europeus e de outros continentes). A prova foi ganha pelo egípcio Ahmed Elgendy com impressionantes 1245 pontos de pentatlo, seguido do húngaro Bálint Katona com 1167 pontos e do turco Dora Nusretoglu também com 1167 pontos.

Recorde-se que apenas 24 atletas masculinos + 24 femininos terão passaporte para Buenos Aires em Junho de 2018, sendo que cada país apenas pode qualificar 1 atleta por género, ou através de qualificação directa no Campeonato do Mundo e nas Qualificativas Continentais ou por via dos lugares restantes do ranking mundial jovem, onde Portugal aposta forte. Foi assim de uma forma geral um excelente arranque para Portugal no percurso de qualificação para Buenos Aires 2018, contudo o caminho será difícil e apenas os melhores dos melhores terão passaporte garantido, pelo que há que continuar a acreditar e a trabalhar como até agora, para melhorar os índices físicos e motivacionais. Parabéns a todos!